Fundação Cidade das Artes

Programação » Natal na Cidade das Artes | De Portas Abertas

Evento Encerrado

Natal na Cidade das Artes | De Portas Abertas



UM DIA INTEIRO DE PROGRAMAÇÃO GRATUITA 

 

Para celebrar a chegada do Natal e o encerramento da programação 2016, a Cidade das Artes oferece

ao público um dia inteiro de atividades totalmente gratuitas. 

Portas Abertas ocupará todos os espaços da Cidade das Artes de 10h às 22h e contará com várias

atividades e espetáculos. 

 

Teatro, Dança, Música, Literatura e Artes Visuais

 

UMA PROGRAMAÇÃO PARA TODAS AS IDADES

 

Abertura do dia - Grupo Céu na Terra - Praça

 

10h - Tapetes Contadores de Histórias 

Duração: 50min
Classificação:  a partir de 3 anos
Local: Sala de Leitura


Há 18 anos, o grupo Os Tapetes Contadores de Histórias produz sessões de histórias, espetáculos, oficinas e exposições interativas a fim de despertar o gosto das crianças e jovens pelas artes e pela leitura. Coordenado por Cadu Cinelli e Warley Goulart, o grupo cria e se utiliza de tapetes, malas, aventais, caixas e livros de pano como cenários de contos autorais e populares de origens diversas.

10h às 12h - Oficinas de Natal - Cristiana Queiroga 

Local: Praça

Fabriquinha de brinquedos artesanais, enfeites de Natal e biscoitinhos de gengibre. Criação do presépio em argila e da árvore de Natal decorada com dizeres, desejos e enfeites. Pipas, Nautemodelismo, danças de roda e muita brincadeira!

 

11h - O Tratado da Senhora Clap -  As Penélopes Cantadoras de Histórias

Duração: 1h
Classificação Indicativa: a partir 7 anos
Local: Teatro de Câmara

Retirada de senha obrigatória - Distribuição 1 hora antes

 

Uma conferência sobre a Arte de Bater Palmas é interrompida com a aproximação de um perigo iminente. Diante disso, um grupo de aplausologistas decide reviver artisticamente os princípios do célebre tratado escrito por sua mestra, a Senhora Clap, e recrutam o público para mergulhar neste incrível estudo.

O Tratado da Senhora Clap é uma peça inspirada na premiada obra da autora portuguesa Marta Duque Vaz, A Senhora Clap e o Mundo na Palma das Mãos. Ela conta a história de uma adorável personagem que investiga uma nova área do saber: a "aplausologia", isto é, a arte de bater palmas em situações alegres ou tristes. Para a Senhora Clap, esse pequeno gesto é capaz de produzir uma enorme magia.
 

12h - Roda de Criança "Viajando pelo Brasil" - Grupo Céu na Terra 

Duração: 1h
Classificação Indicativa: Livre
Local: Esplanada

 

O Roda de Criança é formado por Daniel Fernandes, Vânia Santa Roza e Péricles Monteiro, integrantes do Núcleo de Cultura Popular Céu na Terra e ligados intimamente as tradições populares do estado do Rio de Janeiro e de todo o Brasil.
O espetáculo “Roda de Criança” é uma grande celebração das festas, ritmos e danças de nossa Cultura Popular Brasileira. Dentre os folguedos apresentados, originários de todo o Brasil, encontramos a catira, o fandango, as toadas de boi, o cacuriá, o maracatu, o galope, as modas de viola e as cirandas. O espetáculo conta ainda com bonecos como o Boi, o Cavalinho, o Guará e o Jaraguá, entre outros. O público infantil participa ativamente das brincadeiras aprendendo de forma alegre e divertida sobre nossa cultura.
 

14h - Coral Chorus Lux ACIJA - Paulo da Hora, regente  

Duração: 1h
Classificação Indicativa: Livre

Local: Foyer Alto- Grande Sala

 

O Chorus Lux, foi criado em 2010 pelos  maestros Paulo da Hora e D’Paula, ambos diretores da cooperativa de arte e cultura (Coopicarc), sediada em Niterói. Sua estreia se deu em 17 de setembro de 2011, no Encontro de Corais na Rio previdência, em Vila Izabel. Desde o início dos ensaios até a estreia, sua formação sofreu várias modificações. Este fato justifica o longo tempo de preparação. Embora o sonho tenha surgido de pessoas ligadas à uma Cooperativa, o Chorus Lux, surge de forma independente, e como um coro de um potencial técnico promissor, por contar com pessoas de larga experiência em Canto Coral, das Cidades de Niterói, Teresópolis, Maricá, Araruama e Rio de Janeiro.

O Chorus/ACIJA tem como meta levar o belo para a nossa Sociedade criando,com isto, uma atmosfera de PAZ. 

 

Um pouco do repertório | Canção da América,Caminho das Águas, Aya Ngena,Bom Natal,A Canção dos Sinos, dentre outros. 

 

14h30 - Pastoril - Grupo Céu da Terra 

Duração: 1h
Classificação Indicativa: Livre
Local: Esplanada


O Pastoril do grupo Céu na Terra, comemora nesse ano 16 anos ininterruptos de atuação no espaço público, celebrando as origens das festas natalinas e narrando de forma original e lúdica o mito do sagrado nascimento de Jesus. O Pastoril Céu na Terra é uma encenação de três jornadas vividas pelas pastoras e demais personagens até a lapinha, nascedouro do menino-Deus, mesclando elementos de festas brasileiras como pastoris, pastorinhas, lapinhas, folias de reis e reis de bois para narrar a história do sagrado nascimento.

 

15h às 18h - Oficinas de Natal - Cristiana Queiroga 

Local: Praça

Fabriquinha de brinquedos artesanais, enfeites de Natal e biscoitinhos de gengibre. Criação do presépio em argila e da árvore de Natal decorada com dizeres, desejos e enfeites. Pipas, Nautemodelismo, danças de roda e muita brincadeira!

 

15h30 - Leitura da peça "UBU REI" - com Marco Nanini, Rosi Campos e Elenco Cia. Atores de Laura

Local: Sala Eletroacustica 

Retirada de senha obrigatória - Distribuição 1 hora antes

 

"Ubu Rei" de Alfred Jarry; um dos mais emblemáticos textos da dramaturgia contemporânea. A estreia de "Ubu Rei" (França, 1896) marca o início do teatro de vanguarda e se destaca historicamente por apresentar inovações que o teatro de sua época não praticava. Uma comédia popular e de alta categoria artística.

 

Texto Alfred Jarry

Adaptação Leandro Soares

Direção Daniel Herz

 

Com Marco Nanini

Atriz Convidada Rosi Campos

Elenco Cia. Atores de Laura Ana Paula Secco, Charles Fricks, Leandro Castilho, Marcio Fonseca, Paulo Hamilton e Verônica Reis

 

16h - Orquestra Sinfônica  de Barra Mansa - Nilton Soares, regente 

Local: Grande Sala

Retirada de senha obrigatória - Distribuição a partir das 12h

 

Foi criada em 2005 no âmbito do Projeto Música nas Escolas de Barra Mansa, no sul fluminense por Vantoil de Souza, diretor artístico. Recebe calorosos aplausos em suas apresentações nas principais salas de concerto do país e vem se desenvolvendo através de uma programação audaciosa de repertório em que explora os grandes mestres da música universal, se estende aos nomes fundamentais da música sinfônica nacional, assim como realiza a estreia de novas obras. 

É reconhecida por sua versatilidade ao atuar com nomes da música popular de João Bosco a Milton Nascimento, e acompanhar importantes companhias de balé como o Bolshoi, o Mariinsky e Balé do Teatro Alla Scala de Milão.

 

Programa

 

ANTONÍN DVOŘÁK (1841-1904)

Sinfonia Nº. 9 em Mi menor Op. 95 (43´)

 

1. Adagio, Allegro Molto

2. Largo

3. Scherzo: Molto vivace

4. Allegro con fuoco

 

ARTURO MÁRQUEZ (1950)

Danzon nº 2 (9´)

 

PAUL JENNINGS (1961)

Celebração de Natal (5’)

 

1. Alegria para o mundo

2. Aconteceu numa noite clara

3. Adeste Fideles

 

17h às 20h  Sofáraokê! - Opavivará!

Classificação Indicativa: Livre

Local: Esplanada

 

No Rio tá tudo mudado, tudo parece que era ainda construção e já é ruina, a cidade não para a cidade só cresce, mas as águas rolar, e índio quer apito, por isso uma força me leva a cantar e cantar, amanhã vai ser outro dia. A beleza de ser um eterno aprendiz é pegar no microfone do karaokê e gritar pra todo mundo ouvir. Quando eu sento no sofá so far way. Everybody is looking for something, doce jaca já, a banda do Zé pretinho chegou e você é o cantor. Misture tudo dentro de nós e chega mais chega mais, faz de mim estrela que eu já sei brilhar, solta a voz nas estradas, num lindo lago do amor, uou uou uou... E o melhor é grátis pois quando a gente ama não pensa em dinheiro só se quer amar. 

 

17h  Solistas do V Concurso Internacional  BNDES de Piano - Lucas Gonçalves e Lucas Thomazinho, recital de piano

Duração: 1h

Classificação Indicativa: Livre

Local: Teatro de Câmara

Retirada de senha obrigatória - Distribuição a partir das 12h

 

Programa 

Lucas Gonçalves

Camargo Guarnieri      Choro Torturado 

Chopin                       Estudo em lá menor op. 25 nº4 

Chopin                       Sonata nº3 em si menor op.58

 

Lucas Thomazinho

 

Camargo Guarnieri      Toccata (ou outra opção de obra brasileira, na mesma ninutagem)

Liszt                          Estudo Transcendental nº5 em Si bemol Maior, 'Feux Follets'

Liszt                          Apès une Lecture du Dante 'Fantasia quase Sonata'

 

18h -  Fernanda Montenegro em "Nelson Rodrigues por ele mesmo" - Leitura dramatizada, a partir do livro de Sônia Rodrigues.

Duração: 1h

Classificação Indicativa: 14 anos

Local: Sala 1

Retirada de senha obrigatória - Distribuição 1 hora antes 

 

Leitura dramatizada “Nelson Rodrigues por ele mesmo”, que será feita, neste dia, por um dos principais nomes da dramaturgia brasileira: Fernanda Montenegro.O trabalho é baseado em livro homônimo de Sônia Rodrigues, filha dele, que reuniu crônicas não publicadas de seu pai.

 

Vale lembrar que a relação de Fernanda com Nelson era muito forte.  Fernanda teve uma ligação de sete anos de trabalho, amizade e admiração pelo Nelson. Foi a pedido dela que ele escreveu “O Beijo no Asfalto”, peça encenada pela atriz em 1961. Também a pedido da atriz, ele escreveu “Toda Nudez será Castigada”, de 1965, e “A Serpente”, de 1978. A estreia nos cinemas de Fernanda foi em 1964, justamente com o filme adaptado de peça de Rodrigues “A Falecida”, com direção de Leon Hirszman. Ela ainda atuou em nas novelas “Pouco Amor Não É Amor” e “A Morta Sem Espelho”, ambas de Nelson Rodrigues.
 

 

18h - Orquestra Voadora "O voo do menino pássaro" 

Cortejo

Orquestra Voadora nasceu nas ruas do carnaval carioca, inovou o conceito das bandas de fanfarras no Brasil, modernizando o repertório e os arranjos instrumentais de clássicos da música mundial. Desde o início, consagrou-se pela ocupação dos espaços públicos, levando para as ruas ritmos pouco comuns aos cortejos carnavalescos, como rock, pop, jazz, blues e música balcânica. Agora, o grupo inova mais uma vez lançando sua primeira montagem voltada ao público infanto-juvenil. ‘O magnífico voo do homem pássaro’.

André Ramos, André Fioroti, Daniel Paiva, Hugo Prazeres, Juliano Pires, Leonardo Campos, Lula Mattos, Marcelo Azevedo, Marco Serra Grande, Pedro Araujo, Tiago Rodrigues, Tom Huet, Vicente Quintela Coordenação Geral Michelle Murriêta Direção Ricardo A. Gadelha Supervisão Márcio Libar

 

18h - Lançamento da Coleção "O Cão Comendo Mariola" de Hamilton Vaz Pereira

Local: Sala de Leitura

A Cidade das Artes celebra a dramaturgia de Hamilton Vaz Pereira, um dos nomes mais importantes do teatro brasileiro,com o lançamento da coletânea de suas obras.Hamilton Vaz Pereira - Diretor, autor, ator, compositor e diretor musical. Foi líder do Asdrubal trouxe o trombone, grupo carioca que invade a cena com temática, personagens e modo de representar próprios da geração jovem da década de 70. Sua linguagem toma como centro de investigação o cotidiano da equipe de atores e reúne uma série de princípios que definem a produção dos grupos teatrais dos anos 70.

O estilo do diretor se mantêm ao longo de sua trajetória de sucesso.

 

18h30 Encerramento do Amor, do premiado autor Pascal Rambert - Julia Lund e Otto Jr. Direção de Luiz Felipe Reis 

Duração: 1h30

Classificação Indicativa: 16 anos

Local: Sala Eletroacústica

Retirada de senha obrigatória - Distribuição 1 hora antes 

“Encerramento do amor”  estreou em 2011, no Festival de Avignon, na França. O embate entre um homem e uma mulher que se separam foi sucesso instantâneo. A peça ganhou em 2012 o Grande Prêmio de Literatura Dramática e o do Sindicato da Crítica da França, foi traduzida para mais de 15 línguas e encenada em diversos países, como Rússia, Croácia e Itália. Ele próprio, que além de dramaturgo é também diretor e coreógrafo, a descreve como uma dança, em que os corpos se movimentam e reagem a palavras ditas em cena:

- As palavras agem sobre o corpo como se fossem indicações de movimento: o texto é como uma partitura física. Tudo é dito no texto: levanta a cabeça, se endireita, recua etc. Se os atores seguem aquilo que está escrito, eles podem sentir fisicamente a força da linguagem no corpo, e o público junto com eles.

Na montagem carioca, os personagens são vividos pelos atores Julia Lund e Otto Jr.. Eles se tratam pelo nome, como em todas as peças de Rambert.

 

19h - Leila Maria & Trio - Jazz 

Duração: 1h20

Classificação Indicativa: Livre

 

Dona de uma voz marcante, Leila Maria alia sua capacidade de improvisação adquirida com o jazz - do qual é grande fã - ao senso rítmico inato de quem tem suas raízes em Madureira,terra de duas grandes escolas de samba do Rio de Janeiro, Portela e Império Serrano. 

Como cantora da banda de Paulo Moura, Leila consolidou seu fraseado tanto ao interpretar os Standards jazzísticos quanto os brasileiros.Incensada pela crítica e elogiada por Ed Motta e Jorge Mautner, Leila dividiu o palco com grandes nomes e novos talentos da música nacional como Luiz Melodia, Orquestra Imperial, Thomás Improta, Alaíde Costa, Philipe Baden Powell e Rodrigo Lampreia.

Com quatro álbuns lançados e colecionando elogios de público e crítica especializada, Leila Maria ganhou com seu último CD - Holiday in Rio, onde interpreta Standards de Jazz tornados famosos por Billie Holiday - o 25º Prêmio da Música Brasileira na categoria CD em Língua Estrangeira.Recentemente, Leila iniciou a gravação de um novo álbum, “TEMPO”, no qual traz suas próprias composições além de inéditas de compositores da nova cena musical carioca. Seu repertório pode abranger os quatro álbuns já lançados ou ter apenas Standards de jazz.

 

Fazem parte do repertório do show os grandes sucessos internacionais - All of You, As Time Goes By, Blue Moon, Cry Me a River, The Man I Love, I’ve Got You Under My Skin, Summertime dentre outros.

 

20h Fernanda Montenegro - "Nelson Rodrigues por ele mesmo" - Leitura dramatizada, a partir do livro de Sônia Rodrigues, seguida de um bate-papo

Duração: 1h

Classificação Indicativa: 14 anos

Local: Sala 1

Retirada de senha obrigatória - Distribuição 1 hora antes 

 

Leitura dramatizada “Nelson Rodrigues por ele mesmo”, que será feita, neste dia, por um dos principais nomes da dramaturgia brasileira: Fernanda Montenegro. Em cena, a atriz lê e conversa com a plateia sobre seus sete anos de convívio com o autor. O trabalho é baseado em livro homônimo de Sônia Rodrigues, filha dele, que reuniu crônicas não publicadas de seu pai.

Adaptação, Pesquisa e Direção: Fernanda Montenegro Direção de Arte: Daniel Pinha Seleção Musical: Fernanda Montenegro e Fábio Santana Direção de Produção: Carmen Mello Direção Técnica: André Omote Produção Executiva: Ricardo Rodrigues Designer Gráfico: Adriana Marinho Co-Produção: Bonarcado Produções Artísticas Produção: Trígonos Produções Culturais

 

21h - Velha Guarda da Portela 

Duração: 1h

Classificação Indicativa:  Livre

Local: Grande Sala

Retirada de senha obrigatória - Distribuição a partir das 12h

 

Fundada em 1970 por Paulinho da Viola, a Velha-Guarda da Portela era composta pelos irmãos Aniceto da Portela, Mijinha e Manacéa, e ainda por Alberto Lonato, Ventura, Alvaiade, Francisco Santana, Antônio Rufino dos Reis, Alcides Dias Lopes (mais conhecido por Alcides Malandro Histórico), Armando Santos e Antônio Caetano. Neste mesmo ano de fundação da Velha-Guarda, Paulinho da Viola produziu o primeiro disco do grupo "Portela Passado de Glória".Com o sucesso do disco, o grupo passou a se apresentar em shows, realizando um resgate de antigos sambas e sambistas que de outra forma estariam esquecidos.

 

Obs: É OBRIGATÓRIA A RETIRADA DE SENHA PARA OS ESPETÁCULOS QUE SERÃO REALIZADOS EM AMBIENTES FECHADOS.

        Sujeito à lotação.

 

 

Outros

Informações Gerais

Datas

17/12

Horários

17/12 de 10h às 22h

Local

Cidade das Artes

Sala

Cidade das Artes

Classificação Etária

Livre

Demais Eventos da Programação

Comida, Diversão e Arte 25/04 a 20/12 Outros A CIDADE DAS ARTES tem prazer em apresentar o seu novo projeto, COMIDA, DIVERSÃO E ARTE. Terça-feira é o dia de falarmos sobre GASTRONOMIA, quarta é pra se DIVERTIR dançando e sábado é o dia das ARTES. A cada semana teremos diferentes atrações como oficinas, bate-papos, aulas de dança, exibições de filmes e muito mais. E o melhor, as atividades são sempre gratuitas! O projeto é direcionado para adultos com energia de sobra para aprender e trocar saberes, sabores e muitas experiências.   Confira a programação:       Toda Quarta-Feira | 16h | Aula de dança de salão com o professor Everson Costa.              DIA 28 | 16H | Aula de gastronomia | Prato do dia - Salada de Espaguete de Abobrinha e Palmito Pupunha | Convidada - Renata Monteiro Convidamos a Chef Renata Monteiro, do restaurante Gula Gula, para nos ensinar a preparar uma maravilhosa salada de espaguete de abobrinha e palmito pupunha com salmão defumado, bolinha de cream cheese e farofinha crocante.  Só com essa descrição já deu água na boca, né? Então não perca, esperamos você pra aprender e degustar essa delícia.    Renata Monteiro: uma cozinheira gaúcha com alma carioca Chef operacional do Gula Gula é a responsável por garantir a qualidade e o padrão das receitas da rede de restaurantes que está há mais de 33 anos no mercado. A chef Renata Monteiro pegou o gosto pela comida acompanhando os seus avós na cozinha. Nascida em Uruguaiana, Rio Grande do Sul, trocou a faculdade de Publicidade, já no 7º período, pela Escola de Chefs de Porto Alegre para viver seu sonho de ser cozinheira. Sua paixão pela praia fez com que ela aportasse em Florianópolis onde trabalhou com o Chef Elton Costa, da Cantina Sangiovese. Só que a proximidade com o mar não bastava, era preciso estar perto do Cristo. Em 2012, Renata mudou-se para o Rio de Janeiro onde foi contratada pelo Gula Gula e onde ocupa a posição de Chef Operacional, garantindo a qualidade e padrão dos restaurantes da rede. Além de atuar como braço direito nas criações da Chef Nanda de Lamare. A chef une criatividade e experiência com operação – adquirida em um estágio na Disney ainda enquanto cursava Publicidade – para encarar os desafios que surgem e é o clima acalorado da cozinha o seu maior motor do dia-a-dia.   ​LOCAL: Café das Artes             DIA 02 | 10H |  Tema - Como se Maquiar para as Festas de Final de ano | Cconvidada - Mica Blyth    Convidamos Mica Blyth para nos ensinar truques de maquiagem para o Natal e Réveillon. Mica tem como verdadeiro propósito, ajudar e inspirar mulheres através da beleza, compartilhando conhecimento e aprendizado. Apaixonada por esse mercado, é designer de moda, maquiadora profissional, hair stylist e beauty & life coach. Hoje trabalha principalmente com noivas, produção de ensaios fotográficos, ministra cursos de auto maquiagem e trabalha com maquiagem das artistas do programa Dancing Brasil apresentado por Xuxa Meneghel. Além disso, Mica hoje é sócia do @VivaNaoPira no Instagram, um projeto lindo no qual trata os assuntos como depressão e síndrome do pânico abertamente.   LOCAL: Sala de ensaio 3             DIA 05 | 16H | Aula de Gastronomia |  Prato do Dia - Bolo Natalino | Convidado - Fabiano Cupello Osorio (Cake Designer)   O Natal está chegando e todo mundo quer fazer bonito na ceia, não é mesmo? Pensando nisso convidamos o Fabiano Cupello para nos ensinar a personalizar um bolo e deixá-lo bem natalino, surpreendendo a todos tanto no sabor quanto no visual. Fabiano Cupello Osorio é administrador por formação e confeiteiro por paixão, entrou no ramo de confeitaria em novembro de 2014 e assim surgiu a Cocake, uma empresa voltada para bolos personalizados, como chás de bebes, chás de panela, casamentos, festas infantis e muito mais​.     LOCAL: Café das Artes  [+] saiba mais Pura Vida Training - By Nike Rio | Esporte 19/06 a 01/06 Esporte Em 19 de junho, o Pura Vida Training  deu início aos seus treinos fixos na Cidade das Artes.  No plano mensal o aluno pode treinar quatro vezes por semana e ainda desfrutar do clube de vantagens do Pura Vida.    As aulas misturam Bodyweight, técnicas de Crossfit, de corrida e um trabalho de conscientização mental. Assim surgiu o Pura Vida Training, que vai desenvolver o ser humano de forma lúdica, interativa e com ação eficaz!   De Segunda a Quinta  Manhã 7h às 8h Noite 19h30 às 20h30 Garanta já a sua vaga, clique aqui.   [+] saiba mais Túnel | Tomás Ribas 06/08 a 31/12 Artes Visuais Venha conhecer a Obra "Túnel - 2013" de Tomás Ribas. Esse trabalho foi feito inicialmente para a Galeria Maria de Lourdes Mendes de Almeida. Tomás Ribas,  artista e iluminador, utiliza a luz como matéria de trabalho criando instalações que exploram a percepção do mundo através da visão. Participou de exposições no Brasil, França, Holanda, Suécia, República Tcheca e Coréia do Sul. Como iluminador ganhou alguns dos principais prêmios do teatro Brasileiro como o Prêmio Shell, o Prêmio Cesgranrio e o Prêmio Questão de Crítica.  Obra Permanente   Informações : 33250448 [+] saiba mais Marc Kraus | Genesis – Trabalho em Progresso 28/10 a 17/12 Artes Visuais Exposição Genesis: Genesis é uma instalação multimídia, que busca criar um ambiente artificial, criando um "Paraíso Perdido” a partir das percepções e ideias gerados durante o processo, onde o público é convidado a participar efetivo na construção e elaboração do trabalho.  A partir do Genesis histórico-religioso-cientifico, o artista busca reproduzir  os passos do ”Criador” usando da metáfora dos 7 dias da criação do universo, e construído a partir do nada uma instalação de arte em 7 sábados. O espaço para visitação estará aberto todo sábado e domingo. Para aqueles que quiserem participar do processo de criação, agende sua participação.   Interessados em participar do processo, entrar em contato pelo e-mail saladeleitura.fca@gmail.com           Marc Kraus Marc Kraus já expôs em diversas mostras, veja algumas:   “Rio Acido” e “Rio Vermelho” 2013, video instalação - expo coletiva Em Obras, curadoria Franz Manata   “Artrópodes”  2014, acrílica sobre carpete e luz negra -  expo coletiva Curto Circuito   “Noturnos” 2014, site expecific, luz negra, tinta acrílica sobre tela – expo individual Galeria Café   “Dia de folga” 2014, “Naner” 2014 video instalação - Mostras Meios Multiplos EAV Parque Lage   ”Souvenir” 2015 e “Souvenir Ciranda” 2015, video instalação - Mostra de videoarte Castelinho do Flamengo - curadoria Analu Cunha   “Narciso” 2015, instalação (laser e globo de espelhos) - Expo Emergências Solas dos Abacaxis, curadoria Bernardo Mosquera   “Gira Laser” - 2016/17, instalação (laser, espelhos e cristais) - artista residente no Solar dos Abacaxis, curadoria Bernardo Mosquera e Ulisses Carrilho   “Gira Laser” - 2017, instalação (laser, espelhos e cristais) - Clube Jacarandá - Cidade das Artes, RJ      Através da aplicação de uma linguagem poética e muitas vezes metafórica, apresento situações e ficções em vídeos, fotografias, pinturas, performance, instalações ou qualquer outro suporte, onde são percebidas categoriassutilmente invertidas e modificadas, onde diferentes funções e/ou contextos precisam ser criados ou transformados.   Ao explorar o conceito de cor, luz e forma de maneira nostálgica, investiga    a dinâmica proposta e sua influencia na emoção do expectador, incluindo o resultante da manipulação de seus efeitos e os limites do espetáculo com base em nossas suposições sobre o que significa para nós natural ou cotidiano. Ao invés de apresentar uma realidade factual, uma ilusão é fabricada para evocar os reinos de nossa imaginação criando situações lisérgicas, magicas e muitas vezes hipnotizantes e meditativas.   Uso um vocabulário visual que incorpora luz, cor, bem como sua ação no espaço - num universo ficcional e experiencial que emerge pouco a pouco aos olhos do espectador. Algumas vezes aparecem como imagens oníricas em que ficção e realidade se encontram e se fundem, significados mudam, algo se transforma, mostrando como a vida se estende para além de seus próprios limites subjetivos. CRian   O artista busca uma ligação entre a realidade e o imaginado, concentrando em questões concretas ou não, que determinam a experiência perante a obra. Criando situações em que imagens são alteradas ou separadas de sua função natural, com a intenção direta de transbordamento, transformação e encantamento.    Ao demonstrar o persistente e onipresente uso da luz, cor e forma em meu trabalho, busco amplificar o espanto do espectador, criando composições ou configurações que geram imagens poéticas, e que deixam vestígios e contrapesos na beira do reconhecimento da situação proposta, seja ela natural ou não.   [+] saiba mais 1 Pedro e o Lobo 09/12 a 17/12 Dança Pedro e o Lobo  Baseado em um antigo conto russo, ambientado numa pequena aldeia de judeus, sob o peso do Czar Russo e do perigo iminente de serem expulsos de seu vilarejo, havia um menino valente chamado Kefa (Pedro) que tenta salvar seus amigos bichos das garras de um lobo na floresta. O compositor designou uma personalidade sonora para cada personagem ao criar a obra, em 1936. A obra foi escrita originalmente para uma orquestra sinfônica e, neste espetáculo, será executada numa versão reduzida para cinco músicos e sete atores bailarinos, ela apresenta às crianças os instrumentos musicais da orquestra. Cada personagem é representado por um instrumento e um ator bailarino diferente. Venha viajar nesta aventura retratada no ballet Pedro e o Lobo, de Prokofiev, com coreografia de Caio Armstrong, execução musical da Banda Filarmônica do Rio de Janeiro, sob regência de Antônio Seixas, adaptação e direção de Ariel Cohen.   [+] saiba mais Falando Frangamente 13/01 a 04/02 Teatro FALANDO FRANGAMENTE De Aloisio de Abreu   FALANDO FRANGAMENTE é um espetáculo solo de Aloisio de Abreu, onde o ator/autor serve “de bandeja” várias pequenas cenas e faz uma espécie de ato variado com sabores diversos. Uma espécie de buffet de humor quilo. O formato é dinâmico: o ator, como uma espécie de “garçom cênico”, sugere os “pratos” – na verdade, os assuntos que serão desenvolvidos na cena – e o público vai escolhendo: tem Sexo, Língua Portuguesa, Televisão, Cirurgia Plástica, Dança, entre outros acepipes cênicos e piadas gourmet. Em FALANDO FRANGAMENTE tudo é muito informal, irreverente e em clima de bate-papo em casa com amigos. O cenário é um quadro negro como um menu de restaurante e o figurino é básico. No elenco, Aloisio de Abreu, que também assina o “menu” de textos. Em cena, junto com o ator, está o DJ LC Ambient, que, com seu som dançante e contemporâneo, dá um sabor a mais à cena com vinhetas divertidas e música non stop. Abreu e LC interagem quase que o tempo todo. FALANDO FRANGAMENTE é teatro, é performance, é festa, show, drama e celebração.    Ficha Técnica: Concepção, textos e músicas - Aloisio de Abreu Participação Especial - LC Ambient Cenário - Beli Araújo Figurino - Allinges Tibau Direção Musical - André Poyart Dinâmica Corporal - Nadia Nardini e Tony Nardini Design Gráfico - Fernando Gonçalves e Bruno Lamas Produção - Joana Motta Direção - Ricardo Kosovski       [+] saiba mais