Fundação Cidade das Artes

Notícias » Férias na Cidade das Artes

Janeiro de 2017

dia 15, Domingo

Férias na Cidade das Artes

As férias na Cidade Das Artes já tem programação para a criançada. Durante os sábados 21/01, 28/01 e 04/02, vamos promover encontros de arte, contato com a natureza, trabalhos manuais e brincadeiras ao público.

Escolha o melhor dia e venha fazer parte dessa experiência.

21/01 - ARTE DO BRINCAR - 14h às 18h

Um sábado dedicado ao tempo livre de qualidade com vivências artísticas,brincadeiras,contação de histórias, convívio familiar e encontro de pessoas.

14h às 15h - FÁBRICA DE BRINQUEDOS

Durante uma hora as crianças vão aprender a confeccionar brinquedos simples e tradicionais com suas próprias mãos: o cavalo de pau e a peteca são as estrelas da atvidade!

 

15h:10 às 17h:10 - OFICINA DE ARGILA

O Público poderá explorar livremente o material. Quem quiser se aprofundar na experiência, arte-educadores estarão à disposição e porderão ensinar algumas técnicas especiais.

 

17h:20 às 18h - BOMBAS DE SEMENTE - Grupo Organicidade

As Crianças poderão fazer suas “bombas de semente” para depois semear frutos e hortaliças pelos canteiros da cidade. 

Criação de formas lúdicas de argila com sementes nos seus interiores. O Grupo ensinará  o funcionamento da “bomba de semente”, o seu potencial de germinação e o aprendizado que vem com a observação da natureza, através da escuta e respiração para promover o sucesso de qualquer plantio.

É a conscientização e a importância desse contato para a melhoria de vida nas grandes cidades. 

 

14h às 16h: “DANÇA CIRCULAR” com Denise Nagem

Brincar em roda de mãos dadas!

Vamos brincar com as nossas crianças e resgatar  a criança que existe em cada adulto, integrando todas as idades com o canto, a dança e os brinquedos cantados de vários povos.

 

Denise Nagem Arteterapeuta AARJ144, Especialista em Arteterapia pela POMAR/ISEPE  - Arquiteta pela FAU - UFRJ - Pós-graduada em Psicologia Analítica pela USU - RJ - Focalizadora de Danças Circulares, Artista Plástica. Coordenadora e Docente do Têmenos Arteterapia - Curso de Formação Profissional em Arteterapia  Coordenadora e Docente do Atelier Denise Nagem - Artes, Dança e Terapia. Diretora Editorial da AARJ - Associação de Arteterapia do Rio de Janeiro - Consultora do Selo Casa Saudável

 

16h às 18h: “ OFICINA DE BAMBOLES” com Camila Rocha

O Público poderá experimentar novas maneiras de brincar com o bambolê e participar de desafios e brincadeiras propostos pela instrutora Camila Rocha - formada pela Hoop Love Coach Training.

 

16h – Apresentação do Espetáculo:  “BIGORNA- SOBRE A LEVEZA INSUSTENTÁVEL DAS COISAS que conta a história de Bibi uma bicicleta Berlineta 78, que experimenta momentos de aventura, questionamento, partida e poesia junto à sua dona, companheiras inseparáveis. O trabalho protagoniza a figura da bicicleta convidando o espectador a compôr essa fração de tempo junto às personagens e é produzido a partir da performance/ocupação ''Escuto Histórias Sobre Bicicleta”.

 

16h30 – “ESCUTO HISTÓRIAS SOBRE BICICLETA” é uma performance/ocupação urbana itinerante que tem como veículo uma bicicleta tandem pedalada pelos irmãos Emilia e Fábio Alcoforado, que atravessam a cidade em busca de histórias para a criação do espetáculo ''Bigorna Sobre a Leveza Insustentável das Coisas''.

Pegue uma carona nessa nossa bicicleta de dois lugares e conte sua história.

 

LIVRE | 14h às 18h

 

  • BRINCADEIRAS TRADICIONAIS - cordas, piques, elástico e petecas disponíveis para o público explorar com liberdade
  • PINTURA LIVRE - pano e tinta disponíveis para pintura livre e você se divertir à vontade.
  • SLACKLINE - uma modalidade esportiva na qual o objetivo é a manutenção do equilíbrio sobre a fita de diversas formas.
  • ÁRVORE DE LIVROS - Espaço para leitura! É só se aventurar ao colher um livro e degustar os “frutos” de boas histórias.
  • OFICINA DE PIPAS com o MAX das PIPAS
  • ESTAÇÃO PARA BARCOS DE PAPEL

 

 28/01 - MÚSICA E MOVIMENTO - 14h às 18h

 Um dia para viver experiências sonoras, danças, instrumentos e ritmos da cultura brasileira.

MÚSICA BRINCANTE COM MONIQUE DESIDERIO

“brincadeiras musicais tradicionais da infância, através de dinâmicas utilizando o corpo e a voz”

Atividades livres, abertas ao público. Entrada e saída livres. Além da banda, uma cesta com instrumentos musicais, objetos sonoros e cênicos estarão disponíveis para uso livre do grupo.

 

Monique Desiderio Especialista em Educação Musical pelo Fórum Latino americano de Educação Musical (FLADEM Brasil). Especialista em Educação Infantil pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC rio). Graduada em Licenciatura Plena em Música pela Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro (EM/UFRJ). Professora de Música e musicista com atuação em escolas públicas e privadas do Rio de Janeiro. A partir de vivências apoiadas na abordagem Orff-Schulwerk desenvolve a musicalidade de crianças e adultos apresentando em sua prática elementos da cultura popular brasileira, criação coletiva de arranjos rítmico-corporais através da exploração sonora do corpo e de materiais sonoros diversos.

 

14h -  Ê BOI (duração 50min)

A narrativa do Bumba meu Boi, enquanto festejo da cultura popular brasileira, contada, cantada e encenada pelos visitantes presentes na Oficina. Uso de objetos cênicos e instrumentos livres.

 

15h e 16h BRINCADEIRAS MUSICAIS  (50min cada sessão).

Brincadeiras musicais tradicionais da infância, através de dinâmicas utilizando o corpo e a voz. A energia da roda de ciranda enquanto brinquedo popular da cultura brasileira e de diversos povos.

 

17h - BAILINHO (duração de 50min)

O uso da voz, através da magia do canto coletivo, do corpo em movimento e da dança enquanto fonte de energia e boas vibrações.

 

14h às 18h INSTALAÇÃO SONORA E ESTAÇÕES “FAÇA VOCÊ MESMO SEU INSTRUMENTO

Um mundo de parafernálias para o público experimentar um novo jeito de fazer música e criar o seu próprio instrumento.

 

16h às 18h “OFICINA DE DANÇAS POPULARES” com Rio Maracatu

Aula de dança abordando a dança popular brasileira, aprendendo as técnicas e os movimentos básicos da vivência do folguedo, que pode ser o Maracatu de Baque Virado ou Coco de Roda.

 

O Rio Maracatu é um grupo fundado em 1997 no Rio de Janeiro, nascido da união de músicos pernambucanos e cariocas para resgatar e valorizar uma parte importante da nossa rica cultura musical. A partir do Maracatu de Baque Virado, tradição da cidade do Recife, o grupo desenvolve um trabalho de pesquisa e execução de ritmos, cantos e danças tradicionais brasileiras, como a Ciranda, o Coco e o Ijexá, além do Maracatu.

 

O Rio Maracatu é um eixo ativo do amplo movimento de retomada e renovação do Carnaval de Rua Carioca, tendo como parceiros naturais de trabalho grupos como Jongo da Serrinha, Cordão do Boitatá, Céu na Terra, Monobloco, entre outros. Hoje, graças a esse movimento, o Rio de Janeiro reconquistou uma tradição que estava se perdendo. União do grupo com os alunos de percussão e dança, formados nas suas oficinas. Sua formação pode variar de acordo com os eventos.

 

 04/02 - CIRCO- ATIVIDADES CIRCENSES - 14h às 18h

O público vai conhecer através de um espetáculo teatral, a história do primeiro palhaço negro do Brasil. Em seguida vai se impressionar com os truques de magia, experimentar a graça de ser palhaço e algumas técnicas circenses. Por fim, terá  a alegria de assistir o espetáculo das Marias da Graça!

14h - “UNIVERSO REDONDO - OS CIRCOS DE BENJAMIM” (duração de 50 min) com Cia.do Solo

Espetáculo infanto-juvenil que apresenta um pouco da história do primeiro palhaço negro do Brasil e que foi, na virada do século XIX, um dos principais artistas responsáveis pela criação do circo-teatro no Brasil. Encenado pela Cia do Solo, formada por Gabriel Sant´Ana e Martha Paiva, utiliza diversas linguagens como a palhaçaria, contação de histórias, manipulação de bonecos e música ao vivo.


14h às 17h “OFICINA  BRINCANDO DE PALHAÇO” com Teatro do Sopro - (duração de 50 min)

Em turnos variados com até 25 pessoas cada, o público poderá experimentar a graça de ser palhaço! Jogos e brincadeiras com os princípios da graça,passando por nomes, números e música.

 

Flavia Marco, formada pela Escola Picolino de Artes do Circo, é atriz e palhaça. Durante 3 anos participou do grupo de extensão da UFBA, Bobos da Corte, atuando em 4 espetáculos. Mas é com o grupo LUME, de pesquisas da UNICAMP, que faz sua formação como atriz e palhaça. Em 2000, fundou o grupo Palhaços para Sempre, primeiro grupo de palhaços dessa geração em Salvador (BA). Durante 10 anos o grupo manteve seu foco no treinamento do ator, criando espetáculos que são apresentados até hoje, e dando cursos de palhaço para atores e crianças. Em 2008 é contratada pela organização Jovia, no Canadá, e durante 4 anos atua em instituições de saúde com crianças e idosos, participando de formações e simpósios. Em 2012 funda no Rio de Janeiro o Teatro do Sopro, dando cursos para grupos similares como: Doutoras Música e Riso (BRA), Projeto Enfermaria do Riso (UNIRIO), e Operação Nariz Vermelho (Portugal). Atualmente o grupo pesquisa técnicas de atuação direta com públicos de diferentes idades, estados cognitivos, em instituições de saúde e espaços não-convencionais.

 

14h às 17h  “ OFICINA DE CIRCO” com Churumello Circus

 

Malabares Esta oficina conta com instrutores, dois artistas atuantes no cenário do malabarismo como performáticos e professores de técnicas de malabarismo. Os instrumentos utilizados: bolas, aros e argolas, diabolôs, swing-poi e claves. Esta atividade promove o desenvolvimento de coordenação motora, superação de limites, trabalho em equipe e, claro, diversão!

 

Bolhas de Sabão Gigantes Nesta oficina, o lado lúdico e a diversão são os principais objetivos. O artista Tiago Carva, palhaço e pesquisador sobre o universo das bolhas de sabão, demonstra o resultado de seus 3 anos de pesquisa para produzir as maiores e mais coloridas bolhas. Com diversos instrumentos, o público vive uma experiência sensorial.

 

Acrobacia de solo e Perna de Pau Atividade que demonstra aos participantes que o corpo humano também pode se transformar em instrumento de arte. Além de demonstrações das inúmeras possibilidades, os artistas estarão na condição de instrutores, demonstrando ao público as infinitas possibilidades de jogos corporais com acrobacias de solo e perna de pau.

 

15h ESPETÁCULO DE MÁGICA com Gabriel Montenegro - (duração de 50 min)

Ator de teatro desde os 12 anos, Gabriel é também mágico profissional e promete fazer muitos truques reais aqui na Cidade das Artes.

ENCERRAMENTO

17h “TEM AREIA NO MAIÔ” trupe As Marias da Graça.  (Duração de 1h)

A peça conta a história de quatro palhaças que resolvem ir à praia num belo domingo de sol. A trupe embarca num calhambeque rumo à Copacabana e a aventura começa com um pneu furado. Na praia, As Marias desfilam seus maiôs graciosos e divertidos. Enfrentam desastradamente, perigos no mar, chuva de verão e claro, areia no maiô.  Contam piadas, jogam frescobol, dançando coreografias ao som de Roberto Carlos, Elza Soares, entre outros. Muito bacana!

 

Marias da Graça O grupo foi criado em 1991, a partir de uma oficina de clown. Em sua formação inicial havia sete palhaças. Da formação original ficaram Geni Viegas, Karla Concá e Vera Ribeiro. São mulheres que trabalham o riso e escolheram a arte da/o palhaça/o para expressar o cotidiano feminino. Interferem assim, na visão tradicional deste universo artístico. Em 2003, Samantha Anciães integrou-se ao grupo. Foi nesse ano que o grupo se institucionalizou e fundou As Marias da Graça Associação de Mulheres Palhaças que tem como missão valorizar a arte da mulher palhaça dentro da visão do feminino. A partir dessa data tomamos consciência da nossa missão e definimos nosso foco de atuação, gerando uma série de atividades.

 

Roteiro: Denise Crispun

Direção: Beto Brown

Direção de arte: Rui Cortez

Palhaças: Indiana - Karla Concá

               Iracema -Samantha Anciães

               Maffalda - Geni Viegas

               Shoyu - Vera Ribeiro

Iluminação e coreografia: Beto Brown

Trilha sonora: Beto Brown e As Marias da Graça

 

PROGRAMAÇÃO GRATUITA

Demais notícias

Fevereiro de 2017

dia 08
Quarta

Cordão do Boitatá no Bailinho da Cidade das Artes

    FonteA primeira vez o Cordão do Boitatá apareceu no Carnaval do Rio de Janeiro foi em 1997, tempo que o carnaval de rua carioca gozava de pouco prestígio. Os cinco amigos fundadores já tocavam juntos há um ano e fundaram o bloco sem grandes pretensões.

[+] leia mais

Janeiro de 2017

dia 27
Sexta

Rio Maracatu nas Férias da Cidade das Artes

Amanhã (28. 1) é o segundo final de semana das Férias da Cidade das Artes! O evento, nomeado como  Música e Movimento, será um dia para viver experiências sonoras, danças, instrumentos e ritmos da cultura brasileira.

[+] leia mais

Dezembro de 2016

dia 19
Segunda

Cidade das Artes de Portas Abertas, Natal!

A Fundação Cidade das Artes encerrou mais um ano de programação como evento Natal na Cidade das Artes de Portas Abertas no último sábado, dia 17/12. Foi um dia inteiro de programação gratuita para toda a família com inúmeras atrações espalhadas por todas nossas salas e espaços.

[+] leia mais

Outubro de 2016

dia 13
Quinta

Arte do Brincar: Dia das Crianças na Cidade das Artes

Confirmando nossa missão de promover cultura à todos, o Dia das Crianças da Cidade das Artes foi marcado por um dia de diversão gratuita para criançada. A programação começou no início da tarde com brincadeiras que resgataram o prazer das brincadeiras de antigamente oficinas de arte, ciranda, contação de histórias e muito mais.

[+] leia mais

Setembro de 2016

dia 12
Segunda

Jorge Larrosa na Cidade das Artes

No dia 26 de setembro, o espanhol Jorge Larrosa, professor de Filosofia da Educação na Universidade de Barcelona, apresenta na Cidade das Artes a conferência gratuita “Um Saber Realmente Útil”, sobre o que pode significar o aprendizado de artes no ensino básico, com participação do artista visual Carlos Vergara. Nos dias seguintes, de 27 a 29 de setembro, o prestigiado acadêmico ministra o curso “Tempos, espaços, materialidades e sujeitos no trabalho artístico e educacional”, sobre a arte e a educação na construção de sujeitos.

[+] leia mais

Setembro de 2016

dia 07
Quarta

Casa Japão de volta à Cidade das Artes

A Casa Japão está de volta à Cidade das Artes pra os Jogos Paralímpicos Rio 2016. Durante o período dos Jogos Paralímpicos o público poderá experienciar  a cultura japonesa, desfrutar de diversos conteúdos em exposição, e também conhecer um pouco sobre o local dos próximos jogos olímpicos, denominado - TOKYO 2020 - de 07 à 18/09, aqui na Praça da Cidade das Artes.

[+] leia mais

Agosto de 2016

dia 23
Terça

Cidade das Artes recebe o maior Festival de Pipas Artísticas do Brasil.

Dia 4 de setembro, empinadores de pipa irão colorir o céu da Barra da Tijuca. É que a Cidade das Artes recebe o maior festival de pipas artísticas do país com diversas atrações gratuitas para toda a família.

[+] leia mais

Agosto de 2016

dia 15
Segunda

"ALCIONE BOLEROS" - Turnê Nacional de Lançamento

Alcione tem diversas faces musicais. A cantora já cantou samba, forró, jazz, reggae, música internacional.

[+] leia mais

Agosto de 2016

dia 08
Segunda

Cidade das Artes é a Casa Japão na Rio 2016

Na última quinta-feira, 4 de agosto, o Comitê Olímpico do Japão e o Comitê Organizador da Olimpíada de Tóquio em 2020 abriram oficialmente a Casa do Japão na Cidade das Artes. Durante os Jogos Olímpicos, a Cidade das Artes será o Japão no Rio de Janeiro e receberá os medalhistas japoneses em uma sala para entrevistas coletivas com equipamentos de segurança de alta tecnologia com reconhecimento facial.

[+] leia mais

Agosto de 2016

dia 01
Segunda

Vicente de Mello fala sobre sua série fotográfica PLI SELON PLI

No próximo dia 20, o renomado fotógrafo Vicente de Mello falará sobre sua série fotográfica PLI SELON PLI, em uma Oficina e bate-papo aberto ao público na Sala de Leitura da Cidade das Artes.  A série é uma homenagem ao compositor Pierre Boulez, e Vicente explicará o porquê de sua intenção de realizar uma obra sonora fotográfica.

[+] leia mais