Fundação Cidade das Artes

Memoria

Memória

A Fundação Cidade das Artes é um espaço concebido para abrigar múltiplas atividades artísticas, como exposições, apresentações de dança, teatro e música. Este complexo cultural também é utilizado para palestras, oficinas, congressos, conversas com autores, lançamentos de livros e outras atividades de formação cultural e artística.

Os eventos que ocorrem neste espaço são filmados e fotografados para que todos os interessados possam ter acesso, através deste site, ao histórico de programação da Cidade das Artes e os programas das peças podem ser pesquisados na Sala de Leitura, local onde serão preservados todos os materiais impressos relacionados à programação.

Eventos Passados

1 CineArtes - Exibição do filme "Exit Through the Gift Shop" 15/05 Cinema O documentário faz uma crítica ao mercado das artes ao mostrar a ascensão meteórica do artista de rua francês, Mr. Brainwash, que usa a sua amizade e seus contatos (com Banksy, Invader etc.) para ser reconhecido no mundo da arte contemporânea. Mesmo sem ter trabalhos marcantes, ele comprova que o círculo de amigos pode ser mais importante neste ramo do que o talento. [+] saiba mais 1 Oficina de Street Art 14/05 Arte e Educação As intervenções urbanas colorem as cidades modificando a rotina das pessoas. É cada vez maior o número de artistas e pessoas que utilizam deste tipo de arte para expressar o seu ponto de vista sobre o mundo a seu redor.   No dia 14/05 o projeto de Arte e Educação da Cidade das Artes convida os artistas Sark e Tick para apresentarem um pouco desse universo e realizar uma oficina mostrando algumas técnicas de stencil e grafitti.     Obs: As tintas utilizadas serão à base de água e as crianças utilizarão luvas e máscaras.   Inscrições pelo telefone 3325-0448 ou saladeleitura@cidadedasartes.org   Vagas limitadas.   [+] saiba mais 1 Interlocuções convida o projeto "Drummond vai à escola - Uma narrativa poética 13/05 Arte e Educação O projeto Interlocuções convida o projeto "Drummond vai à Escola - uma narrativa poética". Criado por Conceição Rios, conta através de seus poemas a estória da aventura do jovem Carlos Drummond de Andrade indo de Itabira para o colégio interno em Friburgo onde ele sofre muito até ser expulso por insubordinação mental voltando para casa dois anos depois. No caminho de volta acontece um encontro mágico que ilumina sua tristeza.   Conceição Rios é atriz, pedagoga e poeta, apaixonada por poesia bem falada e pela palavra bem dita.   A atividade acontecerá no próximo encontro do grupo Interlocuções, no dia 13/05 às 16h. [+] saiba mais 1 Oficina "Alguns Personagens" 12/05 Arte e Educação A Escola Pedra da Gávea apresenta a oficina "Alguns Personagens" com a artista plástica Renata Gam, no dia 12 de maio, para a Cidade das Artes.    Fruto da parceria entre as duas instituições, a oficina será voltada para mães e seus filhos de até 5 anos. Eles entrarão no universo lúdico da artista produzindo arte com caixinhas, potes ou latinhas recicladas - de fósforo, de balas, de margarina, biscoito, etc.   Renata Gam trabalha o desenho lúdico em tecidos, sucatas, vidros e quadros. São corações, passarinhos, natureza, letras e bonecas traduzidas em muitas cores e traçados leves capazes de conquistar um olhar sorridente.   [+] saiba mais 1 Royal Northern Sinfonia 11/05 Música Olli Mustonen, regência e piano   OLLI MUSTONEN (1967) Concerto Triplo (17’) DMITRI SHOSTAKOVICH (1906-1975) Concerto para Piano Nº1 em Dó menor, Op. 35 (21’) ------- TOMASO ALBINONI (1671-1751) Concerto para Oboé em Ré menor, Op. 9 No. 2 (11’) FELIX MENDELSSOHN-BARTHOLDY (1809-1847) Sinfonia Nº4 em Lá Menor, Op. 90 “Italiana” (27’)     A Royal Northern Sinfonia, sediada no centro de música Sage Gateshead, é considerada a principal orquestra profissional do Nordeste da Inglaterraonde obteve o prestigiado título “Royal”.   Desde sua formação, em 1958, a Royal é reconhecida  como uma orquestra criativa e versátil. É a única orquestra no Reino Unido a ter seu próprio edifício construído com o propósito de acolher todos os seus ensaios, concertos e gravações, com uma acústica, classificada por Lorin Maazel, como “entre as cinco melhores salas de concerto do mundo”.   A Royal Northern Sinfonia conta com um rol de artistas renomados globalmente com os quais compartilha um repertório diversificado de música orquestral. Nos anos recentes, essas parcerias incluíram Sir Mark Elder, Pierre Laurent-Aimard, Yannick Nézet-Séguin e Ian Bostridge, assim como vocalistas populares como Sting, The Pet Shop Boys e Efterklang. A orquestra também contribui para a contínua reinvenção do repertório orquestral com encomendas regulares de novas obras e premières, mais recentemente, de Banedict Mason e David Lang, John Casken e Kathryn Tickell.   Aberta em sua abordagem e abrangente em seu alcance, a Royal Northern Sinfonia atinge  não só as  comunidade em seu entorno, mas diversos países ao redor do mundo; participa de residências em festivais de Aldenburgh à Hong Kong.  De volta a Sage Gateshead, a Royal Northern Sinfonia  trabalha com adultos de todas as idades e jovens, através do programa Young Musicians e do projeto In Harmony, que a exemplo do “El Sistema” venezuelano, promove uma excepcional oportunidade de aprendizagem de instrumentos.   Desde Setembro de 2015, Lars Vogt é Diretor Musical da Royal Northern Sinfonia. Lars Vogt é um artista cuja virtude e compromisso em comunicar os mais profundos valores da música orquestral não têm limites. Ele segue os passos do premiado Regente, Thomas Zehetmair, cuja permanência de 12 anos na orquestra impactou profundamente seu estilo que segue sua máxima de sempre se apresentar “como se a tinta ainda estivesse fresca no papel”.   Olli Mustonen   Olli Mustonen desenvolve três atividades simultâneas: é compositor, pianista e regente. Trabalha frequentemente com as maiores orquestras do mundo e, nesta temporada, tem concertos frente à Munich Philharmonic, a Netherlands Philharmonic e a Finnish Radio Symphony Orchestra, com a qual ele interpreta todos os Concertos para Piano de Prokofiev.   Nascido em Helsinki, Mustonen começou seus estudos de piano, cravo e composição aos 5 anos de idade. Foi aluno de Ralf Gothoni e, posteriormente, estudou piano com Eero Heinonen e composição com Einojuhani Rautavaara.   Como solista, Mustonen trabalhou com as principais orquestras do mundo, incluindo a Berlin Philharmonic, Munich Philharmonic, Chicago Symphony, Cleveland Orchestra, New York Philharmonich e o Royal Concertgebouw, atuando sob o camando de regentes como Ashkenazy, Barenboim, Blomstedt, Boulez, Chung, Dutoit, Eschenbach, Harnoncourt, Masur, Nagano, Oramo, Salonen e Saraste. Recentemente apresentou-se nos ciclos completos dos Concertos para Piano de Bartok com a BBC Scottish Symphony Orchestra, em concertos com a BBC Symphony e a Royal Stockholm Philharmonic Orchestras, ecom  Orchestre de Paris sob a batuta de Paavo Järvi. Mustonen já tocou com a Hungarian National Philharmonic, sob regência de Zoltán Kocsis, e foi convidado para ser solista no Concerto de Gala e Cerimônia de Encerramento do Winter International Arts Festival em Sochi, tocando com a Moscow Soloists Chamber Orchestra, sob regência de Yuri Bashmet.   Como pianista de recitais, Mustonen toca em todas as capitais do mundo, como por exemplo o Chopin Institute Warsaw, Diaghilev Festival Perm, Mariinsky Theatre St. Petersburg, Wigmore Hall, Tampere Hall, Flagey Brussels, Beethoven-Haus Bonn, festivais de piano de Dresden e Ruhr, Symphony Center de Chicago, New York Zankel Hall e Sydney Opera House. Nesta temporada, Olli fará uma longa turnê de recitais pela Suécia, e retorna à Sala Verdi, em Milão.   A vida de Mustonen como compositor está no centro tanto de suas performances como pianista quanto como regente. Mustonen tem uma crença profunda de que cada performance deve ser tão fresca quanto a primeira, para que a plateia e o músico encontrem o compositor como um contemporâneo vivo. Nessa linha, ele remonta ao dictum famoso de Mahler, segundo o qual a tradição pode ser preguiçosa, mas ao mesmo tempo ele suspeita igualmente das performances que buscam apenas ser diferentes. Esse espírito tenaz de descobertas o leva a explorar muitas áreas de repertório além do canon estabelecido.   BAIXE O APP CIDADE DAS ARTES E PARTICIPE DAS SUPERPROMOS EXCLUSIVAS! [+] saiba mais 1 CineArtes - Exibição do filme "Cidade Cinza" 08/05 a 11/05 Cinema O filme traz como protagonistas os principais grafiteiros brasileiros: Os Gêmeos (Otávio e Gustavo), Nina, Zefix, Finok, Ise e Nunca. O pano de fundo é a história do mural de 700 metros feito pelos artistas na Avenida 23 de Maio e apagado por "equívoco" pela prefeitura de São Paulo logo após a sua finalização, e que depois, em uma crise de arrependimento forçada pela mídia, pediu para que os artistas o refizessesm. [+] saiba mais 1 Patrícia Piolho 07/05 a 08/05 Teatro O espetáculo infantil explora bullyng na escola, causado pelo inseto mais temido na infância.    O infantil é uma obra originária da esquete de mesmo nome criada em 2013 e que faturou três prêmios na Mostra Infantil do 3º Festival de Teatro Universitário do Rio de Janeiro (Festu) e indicado a 4 categorias no 9º prêmio de teatro infantil Zilka Sallaberry. O espetáculo já esteve em cartaz nos Teatros Maria Clara Machado e Imperator – Centro Cultural João Nogueira, nos meses de abril e maio realizou o circuito SESI onde esteve por 7 cidades no Estado do Rio de Janeiro. No final de 2015 realizou temporada nos teatros Miguel Falabella e Gláucio Gill.   A peça narra o drama de uma menina do interior que chega à cidade grande e busca aceitação na turma do novo colégio. Logo no primeiro dia de aula, em meio a esse desafio, ela conhece o inseto mais temido na infância, o piolho, motivo de bullyng, mas que, para sua surpresa, acaba sendo seu melhor amigo.   Premiações - De autoria das atrizes Luiza Yabrudi e Karina Ramil, “Patrícia Piolho” faturou os prêmios de Melhor Esquete, Melhor Texto e Melhor Atriz, concedidos por um júri de profissionais como a atriz Sura Berditchevsky; a diretora e atriz Débora Lamm; a autora Renata Mizrahi; e a crítica Lucia Cerrone. Essas premiações serviram de incentivo para a transformação da esquete no infantil de 60 minutos que estreou em setembro de 2014 no Teatro Maria Clara Machado, na Gávea, onde ficou em cartaz por quase dois meses. Em 2015 o espetáculo concorreu a prêmio nas categorias Melhor Texto, Melhor Direção e Melhores atrizes ao Prêmio Zilka Sallaberry de Teatro Infantil 2015, que tem apoio cultural do Instituto Oi Futuro, e faturou o prêmio de Melhor Atriz com Karina Ramil, que faz o personagem do piolho no espetáculo.     FICHA TÉCNICA Elenco - Com direção de Morena Cattoni, o elenco é formado por Julia Stockler (no ar com a série “Só Garotas”, do Multishow); Felipe Haiut (de Malhação e no elenco de “A Porta da Frente”, que levou o Melhor Texto do Prêmio Shell 2014); Darília Oliveira (atriz e cenógrafa da novela “Meu Pedacinho de Chão”); Sabrine Wolfart (que fez “Rain Man”, de José Wilker); Vivian Renolli (de “O Inspetor Geral”, de Isaac Bernat); e Eduardo Speroni, de “Peça Ruim”.   Credito Fotos: Paula Mello [+] saiba mais esmeralda OSB - Série Esmeralda I 08/05 Música Lee Mills, regência   Leonardo Hilsdorf, piano   ERIK SATIE La Belle Excentrique CAMILLE SAINT-SAËNS Concerto para piano e orquestra nº 2 em sol maior,Op.22 LUDWIG VAN BEETHOVEN Concerto para piano e orquestra nº 4 em sol maior,Op.58     [+] saiba mais 1 Concertos da Juventude II - OSB 01/05 Música Ingressos à venda na bilheteria da Cidade das Artes, no dia do espetáculo - R$ 1     Roberto Minczuk, regência   FRANCISCO M. SILVA / OSÓRIO D. ESTRADA Hino Nacional Brasileiro ALFRED NEWMAN Fanfarra 20th Century Fox JERRY GOLDSMITH Jornada nas Estrelas | arr.: Harry Simeone ALAN SILVESTRI De Volta para o Futuro - Tema Principal HOWARD SHORE O Senhor dos Anéis A Sociedade do Anel | Suíte Sinfônica LALO SCHIFRIN Tema de Missão Impossível | arr.: Calvin Custer KLAUS BALDET Piratas do Caribe | arr.: Ted Ricketts JOHN WILLIAMS Aventuras na terra | Tema do vôo Star Wars Suíte | I - Main Title / III - Imperial March [+] saiba mais 1 Stanley Kubrick | 2001 Uma Odisséia no Espaço - CineArtes 30/04 Cinema A Cidade das Artes convida!   O projeto CineArtes homenageará a cada mês um diretor, ator ou tema relevante da história da sétima arte. As sessões acontecerão  na Sala Eletroacústica e neste mês o homenageado é o diretor americano Stanley Kubrick que foi um dos mais importantes cineastas de todos os tempos. Sua originalidade e persistência, aliadas a uma técnica meticulosa, profunda e paciente o colocam no panteão dos mais influentes diretores da história.   2001 Uma Odisséia no Espaço SINOPSE   Desde a 'Aurora do Homem' (a pré-história), um misterioso monolito negro parece emitir sinais de outra civilização interferindo no nosso planeta. Quatro milhões de anos depois, no século XXI, uma equipe de astronautas liderados pelo experiente David Bowman (Keir Dullea) e Frank Poole (Gary Lockwood) é enviada à Júpiter para investigar o enigmático monolito na nave Discovery, totalmente controlada pelo computador HAL 9000. Entretanto, no meio da viagem HAL entra em pane e tenta assumir o controle da nave, eliminando um a um os tripulantes. [+] saiba mais 1 “Era uma vez.. Três.” - Contos de fadas dos irmãos Grimm e Andersen com José Mauro Brant 30/04 Arte e Educação Uma sessão de histórias, contadas e cantadas por José Mauro Brant reunindo alguns dos mais belos contos dos irmãos Grimm e de Hans Christian Andersen, pioneiros no que se refere à literatura para infância. Contos de amor, de humor, sem faltar uma pitadinha de terror. Ao final da contação, Brant bate um papo com o publico sobre os contos de fadas  e sua influência na história da leitura. [+] saiba mais 1 OSB - Série Safira Especial - Música de Cinema 30/04 Música SÉRIE SAFIRA ESPECIAL | MÚSICA DE CINEMA   Roberto Minczuk, regência   2001 UMA ODISSEIA NO ESPAÇO JORNADA NAS ESTRELAS DE VOLTA PARA O FUTURO O SENHOR DOS ANÉIS - A SOCIEDADE DO ANEL TUBARÃO MISSÃO IMPOSSÍVEL PIRATAS DO CARIBE E.T. - O EXTRATERRESTRE CONTATOS IMEDIATOS DO 3º GRAU GUERRA NAS ESTRELAS     Roberto Minczuk, regência "Sob a batuta de Minczuk a orquestra exibiu uma rara riqueza sonora e uma performance exuberante."  - Artsatlanta.com   Maestro Titular e Diretor Musical da Filarmônica de Calgary e Maestro Emérito da OSB, onde foi Maestro Titular de 2005 a 2015; foi Diretor Artístico Adjunto e Regente Associado da Osesp, Regente Associado da Filarmônica de Nova York, Regente Titular da Sinfônica de Ribeirão Preto e da Sinfonieta da Universidade de Brasília. Dentre as orquestras que regeu estão as filarmônicas de Nova York, Londres, Los Angeles, Rotterdam, Oslo, Helsinki e Tokyo, as Orquestras de Filadélfia, Cleveland, BBC de Londres e do País de Gales, sinfônicas de Montreal, Toronto, Dallas e da Nova Zelândia, as Nacionais da França, Bélgica e Hungria. Foi diretor artístico do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão de 2004 a 2009. Gravou diversos CDs com a Osesp, além da Filarmônica de Londres, Filarmônica de Calgary e Sinfônica de Odense. Recebeu o Emmy, Grammy Latino, Prêmio Bravo de Cultura e Prêmio TIM, dentre outros. [+] saiba mais 1 Stanley Kubrick | Lolita - CineArtes 24/04 Cinema A Cidade das Artes convida!   O projeto CineArtes homenageará a cada mês um diretor, ator ou tema relevante da história da sétima arte. As sessões acontecerão  na Sala Eletroacústica e neste mês o homenageado é o diretor americano Stanley Kubrickque foi um dos mais importantes cineastas de todos os tempos. Sua originalidade e persistência, aliadas a uma técnica meticulosa, profunda e paciente o colocam no panteão dos mais influentes diretores da história.   Lolita SINOPSE   O professor Humbert (James Mason) acaba de chegar à cidade e decide alugar um quarto para passar alguns meses. Após visitar muitos locais, opta pela casa da viúva Charlotte Hazen (Shelley Winters), que fica entusiasmada em ter um hóspede tão bem apessoado. Porém o objeto de desejo do professor é a jovem e bela ninfeta Dolores (Sue Lyon), filha da Sra. Harzen. Lolita, como é chamada, é o demônio com cara de anjo que atormenta as noites de sono de Humbert. [+] saiba mais 1 O Testamento de Maria 16/04 a 17/04 Teatro O TESTAMENTO DE MARIA, DE COLM TÓIBIN   O grande escritor irlandês, Colm Tóibín, imagina como Maria, no fim de sua vida, perseguida e no exílio, procura desvendar os mistérios que cercaram a crucificação de seu filho. Maria faz questão de falar somente a verdade. Ela encara não só a imensa crueldade dos romanos e dos anciãos judaicos, e a estranha e inexplicável exaltação dos dicípulos do seu filho, como também as suas próprias angústias e hesitações. Deste modo, além de mãe, de símbolo religioso e de figura histórica, Maria se revela uma figura de enorme estatura moral, uma verdadeira e inesquecível mulher.   No sábado às 19h30, terá um bate-papo com a atriz Denise Weinberg e a Professora Eliane Yunes, Doutora em letras - PUC Rio.    Para participar desta conversa, faça sua inscrição pelo telefone 3325-0448 ou saladeleitura@cidadedasartes.org     Colm Tóibín   Colm Tóibín nasceu em Ennisscorthy, no Condado de Wexford, na Irlanda. Ganhador de inúmeros prêmios de literatura, sua obra já foi traduzida para mais de 30 línguas. A peça O Testamento de Maria estreou em Dublin, com Mary Mullen no papel de Maria, e depois, foi vista na Broadway e depois em Londres, no Barbican Theatre, com Fiona Shaw interpretando a mãe de Jesus. Outras montagens da peça já foram realizadas em São Francisco e Chicago, nos Estados Unidos, na Espanha e na Itália.     BAIXE O APP CIDADE DAS ARTES E PARTICIPE DAS SUPERPROMOS EXCLUSIVAS! [+] saiba mais 1 OSB - Série Rubi 16/04 Música OSB SÉRIE RUBI   Louis Langrée, regência Elena Fischer-Dieskau, piano   SERGEI RACHMANINOFF Concerto para piano e orquestra nº 2 em dó menor, Op.18   ARNOLD SCHÖNBERG Pelléas e Mélisande,Op.5     Louis Langrée, regência ESTREIA COM A OSB "Langrée regeu uma performance viva e precisa." - The New York Times -   Atual Diretor Musical da Orquestra Sinfônica de Cincinnati e do Festival Mostly Mozart, realizado no Lincoln Center, o francês Louis Langrée é também Maestro Titular da Camerata Salzburg, e faz sua estreia com a OSB em 2016. Langrée já foi Diretor Musical da Orquestra de Picardie e da Filarmônica Real de Liège, regendo ao longo da carreira importantes orquestras, como a Filarmônica de Londres, a Orchestre de la Suisse Romande e a Osesp, dentre outras. Suas gravações receberam prêmios da Gramophone e da Midem Classical. Em 2006, foi nomeado pelo Governo francês Chevalier des Arts et des Lettres e, em 2014, Chevalier de la Légion d’Honneur.     Elena Fischer-Dieskau, piano ESTREIA LATINO-AMERICANA "Fischer-Dieskau é uma excelente pianista,repleta de paixão,concentração e vitalidade que envolvem o público." - Böhme-Zeitung -   A jovem pianista alemã, nascida em 1988, começou seus estudos no instrumento aos 6 anos de idade, em Munique. Em 1999, aos 11 anos, ganhou o primeiro lugar do concurso Jugend Musiziert, em Saarbrücken, na Alemanha. Discípula de Emmanuel Mercier e Rena Shereshevskaya, já realizou concertos em diversos eventos internacionais, como o Festival Spivakov e o Festival Jovens Talentos de Wesserling.   [+] saiba mais 1 Bisa Bia, Bisa Bel 02/04 a 10/04 Arte e Educação BISA BIA,BISA BEL   Depois de bem-sucedidas temporadas em 2014 e 2015,  BISA BIA, BISA BEL -  musical acústico baseado no clássico de Ana Maria Machado, adaptado e dirigido por Joana Lebreiro, retorna à cidade em curtíssima temporada GRATUITA aqui na Cidade das Artes   O espetáculo aborda a importância da memória e a formação da identidade, principalmente no universo feminino, com reflexão sobre o papel da mulher ao longo da História.   A peça conta a história da menina Isabel, que aprende a lidar consigo mesma no convívio imaginário com sua bisavó e sua bisneta. Três tempos e três vivências se cruzam numa mistura encantadora do real com a fantasia. O espetáculo tem como ponto de partida um grupo de 5 crianças, que juntas, leem o clássico de Ana Maria Machado. A partir daí, o livro ganha vida no palco através de canções e jogos, onde os amigos brincam e interpretam os personagens.   “Esse livro marcou a minha infância. Ele conta uma história emocionante com humor, poesia e lirismo. Quando pensei em adaptá-lo para o teatro, não queria que a montagem fosse uma tradução literal do livro, mas uma verdadeira brincadeira em cima do palco. Meu objetivo é despertar nas crianças e nos pais o desejo de ler o livro depois de sair do teatro”, explica a adaptadora e diretora Joana Lebreiro.   "Quando escrevi Bisa Bia, Bisa Bel estava com muita saudade das minhas avós. Vontade de falar sobre elas com meus dois filhos. Não imaginava que pouco depois ia ter uma filha e essa linhagem feminina ainda ia ficar mais significativa para mim e que este livro fosse ganhar tantos prêmios e tocar tanto os leitores", conclui a autora Ana Maria Machado.   Livro e espetáculo premiados!   O premiado livro infanto-juvenil de Ana Maria Machado - BISA BIA, BISA BEL - ganhou os palcos em 2014 no Rio de Janeiro, sob a direção de Joana Lebreiro e foi o grande vencedor daquela temporada com 07 prêmios de teatro infanto-juvenil:    Prêmio Zilka Sallaberry de Melhor Espetáculo de 2014, Melhor texto/adaptação (Joana Lebreiro), Melhor direção musical e arranjos (Marcelo Rezende) e Prêmio CBTIJ de Melhor Espetáculo de 2014, Melhor direção (Joana Lebreiro), Melhor texto adaptado (Joana Lebreiro) e Melhor Coletivo de Atores e Atrizes.   O espetáculo acontece nos dias:   02/04 Sábado e 03/04 Domingo - 16h 09/04 Sábado e 10/04 Domingo -16h   Entrada franca | A distribuição de senhas será feita 1 hora antes do início de cada espetáculo   Não percam!       [+] saiba mais 1 Stanley Kubrick | O iluminado - CineArtes 10/04 Cinema A Cidade das Artes convida!   O projeto CineArtes homenageará a cada mês um diretor, ator ou tema relevante da história da sétima arte. As sessões acontecerão  na Sala Eletroacústica e neste mês o homenageado é o diretor americano Stanley Kubrick que foi um dos mais importantes cineastas de todos os tempos. Sua originalidade e persistência, aliadas a uma técnica meticulosa, profunda e paciente o colocam no panteão dos mais influentes diretores da história.   O iluminado SINOPSE   Jack Nicholson é Jack Torrance, um homem com formação universitária que se candidata a um emprego aparentemente inferior à sua capacitação; tomar conta de um grande hotel localizado numa região montanhosa e que fica fechado durante o inverno, quando a neve o deixa praticamente isolado do resto do mundo. A função de zelador lhe convém porque, vindo de fracassos na carreira, pretende aproveitar a reclusão para escrever um livro. Segue para lá com a esposa (Shelley Duvall, de Popeye) e o filho (Danny Lloyd). Enquanto isso, acontecimentos inexplicáveis vão se sucedendo.   [+] saiba mais 1 Exibição do filme Território do Brincar, com roda de conversa 07/04 Arte e Educação O Movimento BrincaCidade convida a todos para a exibição do filme Território do Brincar. O filme tem como propósito sustentar uma narrativa do brincar infantil. Ao longo de vinte e um meses, diversas crianças e seus trejeitos, das variadas realidades do Brasil, foram representadas. O filme faz parte de um projeto de pesquisa, registro e divulgação. Além da exibição do filme, teremos, na sequência, uma descontraída roda de conversa, em que bebês, crianças, pais, educadores e demais interessados serão bem-vindos.  [+] saiba mais 1 Johann Sebastian Rio | O Maestro Provisório 05/04 Música A orquestra Johann Sebastian Rio em apresentação exclusiva para crianças da rede pública     A orquestra Johann Sebastian Rio vai alegrar o palco da Cidade das Artes com o seu primeiro espetáculo infantil – O Maestro Provisório. A mistura de linguagens que caracteriza o grupo desta vez brinca com o universo mágico dos palhaços. A apresentação acontece dia 05 de abril, terça, e é exclusiva para crianças da rede pública municipal e de comunidades da cidade do Rio. Uma co-realização Cidade das Artes. O patrocínio é da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, da Secretaria Municipal de Cultura e da empresa Anbima.   O concerto vai contar a história de Matilde e Provisório, dois palhaços que se reencontram. Ele decide tentar a vida como maestro e levar a parceira como sua assistente, mas o mundo da música clássica é desconhecido para eles, o que vai gerar várias confusões. A trama é costurada pelo personagem Produtor, interpretado pelo ator Aramís David Correia. Deborah Bapt assina a direção teatral e o texto,  que faz um questionamento bem humorado do papel que se espera do próprio maestro e dos músicos de uma orquestra.   Os palhaços, que interagem com os músicos, são interpretados pelos atores Letícia Medella e Kadu Garcia. O diretor Felipe Prazeres comenta a escolha das composições.  "Selecionamos um repertório leve, um apanhado de grandes clássicos, além de canções infantis e cirandas, apresentados de forma “orquestrada”, porque a gente acredita na capacidade da criança de absorver uma música elaborada”. No programa estão incluídas obras como Mascagni, Holst, Vivaldi, Mozart, Beethoven, Boccherini e Pixinguinha, além de cirandas infantis. O roteiro musical é de Felipe Prazeres e os arranjos e a composição de Ivan Zandonade. O figurino conta com Tatti Simões, artista plástica e estilista,  e a iluminação é de João Franco, que trabalha há 40 anos com peças, musicais e grandes festivais.   A orquestra JOHANN SEBASTIAN RIO   O nome da orquestra é uma homenagem ao compositor alemão Bach e à cidade do Rio. “Sebastian” faz referência ao padroeiro São Sebastião e a palavra bach, em alemão, significa ribeiro. A Johann Sebastian Rio é uma orquestra barroca pela sua aura leve e dançante, mas também contemporânea, e Bach é um dos compositores mais emblemáticos daquele período, tão inovador que permanece atual. A orquestra foi criada em novembro de 2014 pelo violinista e regente Felipe Prazeres, diretor artístico do grupo, pela produtora Vanessa Rocha, diretora executiva, e pelos violistas Eduardo Pereira e Ivan Zandonade, que assinam a assessoria artística.  O objetivo é renovar o público da música clássica e diversificar as formas de apresentação, produzindo espetáculos sensoriais que integram música e imagem com recursos como video mapping, iluminação, design e interação com outras artes. A proposta é explorar vários espaços como galerias, parques, casas noturnas e produzir clipes e tesears irreverentes para a internet. O grupo é formado por 16 músicos, todos experientes e reconhecidos entre os principais conjuntos sinfônicos cariocas e brasileiros, integrantes da Petrobras Sinfônica, Orquestra do Theatro Municipal, Sinfônica da UFRJ, Sinfônica Brasileira, Sinfônica Nacional e Sinfônica da Bahia.      JOHANN SEBASTIAN RIO   Músicos   Ana Catto (violino) Eduardo Antonello (cravo) Eduardo Pereira (viola) Estevan Reis (viola) Fábio Peixoto (violino) Felipe Prazeres (spalla) Ivan Zandonade (viola) Lula Washington (violão) Márcio Sanchez (violino) Marco Catto (violino) Marcus Ribeiro (violoncelo) Maressa Carneiro (violino) Mateus Ceccato (violoncelo) Priscila Plata Rato (violino) Rodrigo Favaro (contrabaixo) Thiago Teixeira (violino) [+] saiba mais 1 Stanley Kubrick | Laranja Mecânica - CineArtes 03/04 Cinema A Cidade das Artes convida!   O projeto CineArtes homenageará a cada mês um diretor, ator ou tema relevante da história da sétima arte. As sessões acontecerão  na Sala Eletroacústica e neste mês o homenageado é o diretor americano Stanley Kubrick que foi um dos mais importantes cineastas de todos os tempos. Sua originalidade e persistência, aliadas a uma técnica meticulosa, profunda e paciente o colocam no panteão dos mais influentes diretores da história.   Laranja Mecânica SINOPSE   Violento, bombástico, arrebatador, sonoro, dançante e assustador. O alucinado Alex (Malcolm McDowell) tem sua própria forma de se divertir. Sempre às custas da tragédia dos outros. A transformação de Alex de um punk sem moral até um cidadão exemplar doutrinado e sua volta ao estado rebelde, compõe a chocante visão do futuro que Stanley Kubrick elabora a partir do livro de Anthony Burguess. [+] saiba mais