Fundação Cidade das Artes

Destaques da Programação

back2black china

Música

20/03 e 21/03

Programação inclui shows de Angelique Kidjo, Linton Kwesi Johnson e Dennis Bovell, Planet Hemp, Damian “Jr Gong” Marley,Stromae e LENINE + Letieres Leite e Orkestra Rumpilezz, além de tributo a compositores cariocas negros A sexta edição carioca do Back2Black, além de artistas em ascensão e nomes emblemáticos da diversificada cena musical africana,   trará para o holofote a música da Jamaica e celebrará os 450 anos do Rio de Janeiro, cidade que abriga o festival desde que ele foi criado, em 2009...

Teatro

05/03

Cultures of China, Festival of spring | Culturas da China, Festival da Primavera

Eventos Recentes

ana Conversa com a bailarina Ana Botafogo 04/03 Arte e Educação Conversa com a bailarina Ana Botafogo sobre sua trajetória profissional. Exibição de uma apresentação de dança da bailarina em vídeo. [+] saiba mais china Culturas da China, Festival da Primavera 05/03 Teatro Cultures of China, Festival of spring | Culturas da China, Festival da Primavera [+] saiba mais freud Freud e a Mulher 06/03 Arte e Educação Convidamos vocês, no dia 6 de março em homenagem ao dia Internacional da Mulher, para dialogarmos sobre este tema tão complexo e apaixonante que é o feminino.  “ O que quer uma mulher “? Questão que Freud deixou para que os poetas respondessem.... “ A mulher não nasce mulher, ela torna-se mulher” Simone de Beauvoir Tal qual uma esfinge nunca decifrada, a mulher encarna o enigma para todo sujeito, e para ela mesma, que, como sujeito dividido, também náo tem acesso ao próprio mistério – “continente negro” Através de algumas personagens – Camile Claudel e Adele H – discutiremos sobre este enigma  do feminino, nessas mulheres que se destruíram por amor.... Lacan , Psicanalista francês, afirma que “ A mulher não existe”. O que implica no fato de que uma mulher se inventa uma a uma...Ser homem ou mulher não é uma questão de anatomia, mas de discurso, dirá Lacan. Propomos abordar um tema corriqueiro: Dominadores X Dominadas na relação homem e mulher. Para  Freud, a descoberta do inconsciente e da psicanálise é uma tentativa de respostas à questão do feminino . [+] saiba mais osb RIO 450 ANOS I - ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA 07/03 Música RIO 450 ANOS I - CIDADE DAS ARTES [+] saiba mais manoel Homenagem a Manoel de Barros com a Cia. Solo 07/03 Arte e Educação Com música, poesia, conversa e criatividade, vamos conhecer os poemas de Manoel de Barros. Um sarau em homenagem ao poeta que descobriu a poesia contida na infância, no ócio e na percepção além da forma. Após o Sarau com a Cia. do Solo, as crianças poderão colorir, ajudar na montagem e acabamento de um singelo móbile, feito por Cristiana Queiroga (que adora invenção!), para colocarmos na sala de leitura e marcarmos então, com o trabalho coletivo, este dia tão especial em homenagem ao poeta. [+] saiba mais osb RIO 450 ANOS II - ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA 08/03 Música RIO 450 ANOS II - CIDADE DAS ARTES [+] saiba mais lucia Conversa com a escritora Luciana Sandroni 11/03 Arte e Educação Conversa com a escritora Luciana Sandroni sobre seus livros, em especial, o livro “A História do Rio de Janeiro através da arte”. [+] saiba mais manoel Homenagem a Manoel de Barros – Dia Nacional da Poesia 14/03 Arte e Educação Homenagem a Manoel de Barros – Dia Nacional da Poesia [+] saiba mais flavia Conversa com a escritora Flávia Lins e Silva sobre seus livros. 18/03 Arte e Educação Flávia Lins e Silva é escritora e roteirista, com mais de 15 livros publicados para crianças e jovens, entre eles a série “Diário de Pilar” – “Diário de Pilar na Grécia” “Diário de Pilar na Amazônia”, “Diário de Pilar no Egito”, “Diário de Pilar em Machu Picchu” – cujos direitos foram vendidos para Argentina, México, Alemanha, Polônia, China e França; “Mururu no Amazonas”, ganhou o prêmio de melhor livro juvenil, em 2011, pela FNLIJ e hoje integra o acervo da Biblioteca Nacional de Paris, da White Raven – biblioteca de Munique, e da biblioteca do Congresso Americano. Em 2004, ganhou uma bolsa da Eisenhower Fellowship para se especializar em entretenimento para crianças e passou dois meses nos Estados Unidos conversando com editoras e produtoras de filmes para crianças e jovens. Em 2011, Flávia terminou o Máster de Literatura Infantil e Juvenil pela Universidade Autônoma de Barcelona e atualmente faz mestrado em Literatura Infantil e Juvenil pela Universidade de Roehampton, na Inglaterra. A autora também escreve roteiros para cinema e televisão, foi roteirista da TV Globo durante 15 anos e criou o seriado “ Detetives do Prédio Azul”  para o canal Gloob que já está na sétima temporada. Lançou também dois livros da série DPA: “Detetives do Prédio Azul – primeiros casos” e “Os mistérios de Mila”.  www.flavialinsesilva.com.br [+] saiba mais back2black BACK2BLACK 20/03 a 21/03 Música Programação inclui shows de Angelique Kidjo, Linton Kwesi Johnson e Dennis Bovell, Planet Hemp, Damian “Jr. Gong” Marley,Stromae e LENINE + Letieres Leite e Orkestra Rumpilezz, além de tributo a compositores cariocas negros A sexta edição carioca do Back2Black, além de artistas em ascensão e nomes emblemáticos da diversificada cena musical africana,   trará para o holofote a música da Jamaica e celebrará os 450 anos do Rio de Janeiro, cidade que abriga o festival desde que ele foi criado, em 2009.   Serão 14 shows distribuídos entre os dois palcos instalados na Praça da Cidade das Artes. No Palco Rio, o maior deles, se apresentarão apenas os nomes consagrados, enquanto o Palco Cidade será dedicado a encontros entre artistas novos e veteranos. A intenção é intercalar as apresentações entre ambos os espaços para que o público possa assistir à maioria dos shows do festival.   Antes dos shows, o Teatro de Câmara vai ser palco de conferências sobre a cultura e a música negra, organizadas pelo escritor angolano José Eduardo Agualusa. E também da exibição de filmes. Estão programados um documentário sobre o kuduro  e um outro sobre a marrabenta, estilos de música-dança típicos de Angola e Moçambique, respectivamente. Para integrar os shows de música com a programação das palestras e filmes, o festival agendou a apresentação de grupos dos dois estilos nos palcos do andar térreo. O de marrabenta terá no comando os músicos Mingas e Moreira Chonguiça.   A música dá o tom do Back2Black, mas o evento sempre primou por montar amplo painel da cultura negra em todas suas manifestações artísticas. O que inclui a identidade visual do festival, cuja direção de arte deste ano foi confiada à consagrada cenógrafa Daniela Thomas. Animações e projeções em vídeo, orquestradas por Jodele Larcher, também vão contribuir para a ambientação do evento em atmosfera afro-moderna. Rico Lins assina o design. [+] saiba mais osb RIO 450 ANOS III - ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA 21/03 Música RIO 450 ANOS III - CIDADE DAS ARTES [+] saiba mais jazz Brasil Jazz Fest 27/03 a 29/03 Música Um concerto especial com Wynton Marsalis e a Jazz at Lincoln Center Orchestra marcará a edição comemorativa de 30o aniversário do mais longevo festival de jazz do país. Agora rebatizado como brasiljazzfest e sob o patrocínio da empresa Rede, o evento criado em 1985 pelas irmãs Monique e Sylvia Gardenberg celebrará a data, entre os dias 27 e 29 de março, no Rio de Janeiro e em São Paulo, com uma agenda que inclui ainda o supergrupo americano The Cookers, o quarteto do saxofonista porto-riquenho Miguel Zenon e os trios do pianista norueguês Tord Gustavsen e do brasileiro André Mehmari. A programação e o início da venda de ingressos serão anunciados após o carnaval.   Sob curadoria do jornalista e crítico musical Zuza Homem de Mello, do músico, arranjador e produtor musical Zé Nogueira e do produtor Pedrinho Albuquerque, parceiros inseparáveis de Monique, a edição 2015 do festival ocupará o palco principal da Cidade das Artes, no Rio, e utilizará duas locações paulistanas: a Sala São Paulo e o Auditório do Ibirapuera.   “Ao longo de três décadas, o festival se manteve como uma realização de peso na área musical do país e como uma vitrine de inúmeros músicos consagrados ou na iminência de se consagrarem que, reunidos numa lista, representam o que há de melhor e mais significativo e consequente no jazz e na música instrumental brasileira desses 30 anos. De tal modo que quem tenha tido a oportunidade de acompanhar todas as edições pode se considerar um verdadeiro diplomado em jazz. Sem sair do Brasil”, enfatiza Zuza. [+] saiba mais